quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Um dia Selvagem no Nosso Quintal

.
.
Foto: © Daniel De Granville | Photo in Natura, 2012

É muito bom ter as rotinas de escritório interrompidas quando aparece alguma coisa incrível para fotografar. Hoje foi assim com a cena de uma jiboia (provavelmente a mesma desta postagem anterior do blog) devorando um lagarto-teiú em nosso quintal.

Foto: © Daniel De Granville | Photo in Natura, 2012

Tietta preparava algo para almoço na cozinha quando viu, pela janela, um movimento estranho. Saímos para conferir e fomos tomados por uma avalanche de sensações conflitantes: mistura de fascínio pela cena, preocupação com nossos gatos que frequentam o quintal e dó do pobre teiú que era visita certa na área.

Foto: © Daniel De Granville | Photo in Natura, 2012

Devo admitir que, por alguns instantes, me ocorreu a possibilidade de salvar o teiú, mas não era a coisa certa para se fazer. Primeiro, porque a natureza deve seguir seu rumo sem interferências; segundo, pois já era tarde demais para tentar qualquer coisa com o pobre bicho; terceiro, poderia ser perigoso (e até uma contravenção) entrar em cena e agarrar a jiboia. Por fim, meu lado “fotógrafo de natureza” dizia que estavam por vir cenas espetaculares para eu registrar, como de fato ocorreu!

Foto: © Daniel De Granville | Photo in Natura, 2012

Nos alegra muito saber que há um equilíbrio entre presas e predadores na redondeza, um indício de que o ambiente está saudável. E que há outros teiús (inclusive filhotes) vivendo na área, o que indica que o ciclo da natureza está seguindo seu caminho.

Filhote de teiú próximo ao local da "ocorrência":
a vida segue seu ciclo natural...
Foto: © Daniel De Granville | Photo in Natura, 2012
.
.
.

6 comentários:

  1. Olá Daniel,

    Seu relato é espetacular. Fiquei extremamente feliz pela consciência...aliás isso desde quando fiz o curso com vc percebi que tinha. Que todos os fotógrafos de natureza tenham esse respeito que você tem! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Realmente é uma cena repleta de sentimentos contraditórios: dá uma dó do teiú mas, ao mesmo tempo, a natureza deve seguir o seu ritmo. E, cá entre nós, antes o teiú do que um dos gatinhos de estimação de vocês... Agradeçam diariamente pela dádiva de viver neste lugar maravilhoso e poder presenciar cenas como esta! E obrigada por fotografar e compartilhar conosco estas maravilhas!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Cintia e Michele! Realmente situações assim mexem com vários sentimentos, já estamos bolando algumas estratégias para minimizar as chances de que esta jiboia ataque nossos bichos de estimação e dar uma chance a mais pros teiús também :-)

    ResponderExcluir
  4. Muito massa a seqüência de fotos!

    Presenciar a vida girando na nossa frente mexe com todos os parafusos e provoca uma série de conflitos, já que "evoluimos" para um estado de convivencia um pouco diferente daquela que nos gerou.

    Mas, tão legal quanto o Teiú sendo devorado, é ver o meninão todo serelepe no comedouro.

    Abraços e boa semana.
    Vinicius

    ResponderExcluir
  5. Olá. Hoje encontrei um lagarto no meu quintal, fui pesquisar para tentar descobrir de que espécie era, e me pareceu muito parecido com o filhote de teiú. Será que se eu enviar uma foto para ti consegues identificar? Se possível, podemos trocar via e-mail. O meu é analukaminski@gmail.com Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo14:52

    Boa tarde, esse lagarto é venenoso, dois gatos meus que mataram esse bicho morreram com paralisia dos orgãos e em menos de dois dias. Peço a todos que identifiquem bem esse animal, ele não é do bem e quase matou outro gato que tenho atualmente, a sorte que ele não fez nenhum ferimento exposto no lagarto, pois ele solta um veneno muito toxico parecido com o da salamandra. Fiquem atentos, é belo mais perigoso. Obrigada

    ResponderExcluir